Seu navegador tentou rodar um script com erro ou não há suporte para script cliente
Início do conteúdo
Você está aqui: Página inicial > Comunicação e Transparência > Avisos > Novos limites para o Simples Nacional já estão em vigor
RSS
Avisos

Novos limites para o Simples Nacional já estão em vigor

Estão valendo, desde o dia 1º de janeiro de 2018, os novos limites para enquadramento das empresas no Simples Nacional, regime tributário diferenciado, simplificado e favorecido aplicável às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte. As alterações promovidas pela Lei Complementar nº 155/06 fixam o teto de faturamento das empresas em R$ 4,8 milhões. Entretanto, conforme alerta a Receita Estadual do Rio Grande do Sul, o novo valor é válido apenas para a apuração dos tributos federais. Para fins de apuração do ICMS (estadual) e do ISS (municipal), o limite se mantém em R$ 3,6 milhões, conforme art. 13-A da Lei Complementar nº 123/06.

 

Na prática, para os optantes do Simples Nacional que ultrapassarem o montante de R$ 3,6 milhões, as regras variam de acordo com o percentual que esse limite for excedido. Aqueles que superarem o valor em menos de 20% ficam impedidos de calcular o ICMS e o ISS no regime a partir do ano-calendário seguinte. Já aqueles que ultrapassarem o montante em mais de 20% ficam impedidos de apurar tais tributos com as regras do Simples Nacional a partir do mês seguinte ao da ultrapassagem.

 

Nesses casos, os contribuintes impedidos deverão regularizar as obrigações principais e acessórias no regime de tributação geral, observando a correta emissão dos documentos ficais, bem como a entrega da GIA (Guia de Informação e Apuração do ICMS), da EFD (Escrituração Fiscal Digital) e o recolhimento do ICMS devido, nas formas e nos prazos previstos no Regulamento do ICMS do Rio Grande do Sul (RICMS/RS – Decreto 37.699/97).

 

Dúvidas podem ser esclarecidas por meio do Fale Conosco disponível no site da Receita Estadual.

Endereço da página:
Copiar
Receita Estadual